cross colum 1

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!

                   Hoje, aproveitando o vídeo sobre adubo líquido que fizemos, vamos falar um pouco sobre este adubo e tentar responder algumas dúvidas a respeito do tema.




                O adubo apresentado no vídeo descrito acima pode ser  facilmente preparado com apenas cinco ingredientes, o objetivo é formar um composto completo contendo todos os macronutrientes e alguns micronutrientes que a maioria das plantas necessitam para crescer e se fortalecer.




                                     Interessante salientar que todas as partes são restos de alimentos que seriam jogados fora em sua casa e que juntos formam um excelente composto, falando isso vamos mostrar a função de cada um dos elementos, dentro da nossa solução.

Borra de Café



                                A borra de café é uma excelente fonte de nitrogênio, elemento responsável pelo crescimento vegetativo da planta de maneira geral, a falta de nitrogênio pode ser percebida facilmente pela coloração amarelada nas folhas

Ossos de aves ou bistecas de porco




                             A escolha dos ossos menores se dá pela facilidade de faze-los perder sua dureza após um simples cozimento, podendo assim ser facilmente degradado por qualquer hélice de liquidificador, nosso objetivo aqui é obter o fósforo contido no material.
                             É importante salientar que mesmo que cozinhe esse material e descarte a água, você não perderá o elemento que ficará concentrado no material, a água pode ser aproveitada em nossa solução sim, mas isso se for usar os ossos no mesmo dia, caso esteja apenas querendo armazenar o material, cozinhe e descarte a água, pois fazendo isso evitará apodrecimento e mau cheiro.
                          O fósforo é utilizado para ajudar na produção de frutos e flores das plantas, muitas vezes nossas plantas perdem as flores ou existe um real abortamento, devido a deficiência deste nutriente, isto ocorre pois quando existe falta do nutriente a planta migra as reservas para os tecidos mais jovens, deixando os tecidos mais velhos (produtivos), sem o nutriente.

Cascas de Frutas



                       Escolhemos as duas cascas de frutas para o experimento, pois elas contem os maiores níveis de potássio, sendo a casca da mexerica a melhor de todos, dessa forma visamos os elementos mais concentrados para obter o adubo mais rico possível, além do potássio consta no material outros dois elementos bem interessantes para as plantas, o cálcio e o magnésio.
                      Pode ser inserido outros tipos de cascas mas não podemos garantir a mesma eficiência e concentração de nutrientes.
                      O potássio está ligado a saúde das plantas, uma planta com bons níveis de potássio fica bem mais protegida contra pragas e menos sucinta a deficiências por falta de água em períodos de secas.
                      O magnésio e o nitrogênio são os únicos elementos da clorofila igualmente uma planta com deficiência neste nutriente fica com as folhas amareladas.

Cascas de Ovos



                         As cascas de Ovos servem para fornecer mais cálcio para a solução, esse elemento é muito importante chegando a ser chamado junto com o enxofre e magnésio de macro nutrientes secundários, dessa forma ele ajuda a fortalecer as raízes, diminuindo a acidez do solo e ajudando a diminuir a toxidez do alumínio.



                         Importante salientar que esse adubo pode ser utilizado como foliar ou direto em solo, para isso não deixem de dilui-lo em 10 partes de água  para uso em solo e 20 partes de água se usado em borrifador, e caso seja usado desse segunda maneira, não deixem de coar a solução para evitar o entupimento do bico do equipamento.

                        Caso queira um adubo também orgânico e muito concentrado, mas não queira preparar nada e comprar os ingredientes prontos de uma assistida também neste vídeo:




Desde já agradeço pela leitura de todos!

Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram


quinta-feira, 14 de julho de 2016

Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!

                    Hoje vamos conversar um pouquinho sobre a germinação de nossas sementes, um assunto que pode facilmente desanimar os mais inspirados no cultivo urbano, ocorre que a maioria das sementes possuem pré requisitos interessantes para que a germinação ocorra e crie assim um nova muda para o transplante.



                    Dessa forma entendo que na hora da germinação os fatores mais importantes para se obter êxito são a temperatura e a umidade do solo.

Estufa desligada, aberta vista por cima!
                   Pensando nisso desenvolvi uma pequena estufa através de um aquário que não estava usando em casa e uma pequena lambada incandescente para germinar as sementes que precisam de maiores temperaturas no inverno e assim quando começar a esquentar teremos mudas prontas para o cultivo e vegetais mais rapidamente.


                 Como podem ver no vídeo a montagem do aparato é muito simples e as mudas permanecem na estufa até a época do transplante.

                Outro ponto importante do projeto é o fato de que mantendo o sistema sempre fechado, nunca precisaremos regar nossas mudas, pois a água que fica na parte de baixo do aquário mantem todo o substrato dos copos, que já são furados no fundo, totalmente úmidos,+ o que potencializa o processo diminuindo a manutenção.



               Importante salientar que devemos realizar as ligações elétricas do sistema com cuidado para que nunca a lampada se desconecte e caia na estufa, ou que o fio elétrico caia na água, pois isso seria perigosíssimo, principalmente se o recipiente for de plástico, caso isso ocorra desligue da tomada antes de tentar mexer novamente na instalação de seu aparato.



             Abaixo Vamos Passar uma lista das temperaturas mínimas, máximas e ideais em graus Celsius para germinação de sementes:


Cultura Mínima Máxima Ideal
abóbora 16 38 25
alface 2 29 20
berinjela 16 35 25
beterraba 4 35 25
cebola 2 35 20
cenoura 4 35 25
couve-flor 4 38 25
ervilha 4 29 20
Vagem 16 35 25
melancia 16 41 28
melão 16 38 25
milho doce 10 41 25
pepino 16 41 25
pimentão 16 35 25
pimenta 16 35 25
quiabo 16 41 28
repolho 4 38 25
tomate 10 35 25



               Conforme podemos notar, muitas delas possuem diversas possibilidades de temperatura para a germinação, contudo algumas como pimentas, berinjelas melancias e pepinos, definitivamente não germinam se a temperatura do local não passar de 16 ° C, dessa forma o nosso aparato pode ser usado no inverno de alguns lugares para quando chegar o verão as mudas estejam prontas para o solo

            Existem em contra partida a isto algumas sementes de Arvores frutíferas de clima temperado, que são o inverso de tudo isto, pois elas precisam de um tempo frio geralmente 4ºC  para passarem pelo estagio de pós maturação antes da germinação, este é o caso das sementes de uva, pêssego, maçã e pera, mas este é um assunto para outro dia, hehe

semente de maçã germinada na geladeira e muda em estágio de crescimento

Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Entenda os tipos de poda para árvores frutíferas!

                Realizamos a poda das árvores frutíferas, por diversos motivos, na maioria das vezes o procedimento é realizado pela estética objetivando manter a planta num tamanho adequado e nunca nos fugir do controle, contudo existem diversos tipos de poda, que devem ser realizados em determinadas épocas para se obter uma boa colheita ou evitar diversas doenças.



                Estou escrevendo esse post, pois há cerca de um mês atrás realizei a poda em um limoeiro que possuo no quintal e filmei para vocês passando algumas dicas importantes.



              Toda poda deve ser realizada na diagonal, para evitar acúmulo de água da chuva ou de regas na parte superior do galho e o  consequentemente evitar assim o apodrecimento do mesmo, em plantas muito sensíveis pode ser utilizada algum tipo de pasta cicatrizante, que pode ser facilmente encontrada em lojas de jardinagem perto da sua casa!



             Os três principais tipos de podas são:


-Poda de Formação

                Esta poda devemos realizar em todas as mudas novas, para que a planta cresça de forma regular e obtenha a formação adequada de seus galhos e copa, com isso evitamos plantas disformes com copas irregulares, o objetivo é atingir o formato de taça ou vaso, com galhos super espaçados entre si, desta forma devemos seguir as seguintes orientações básicas:

1- estabelecer, qual será a altura do caule da planta  eliminando brotações baixas,
2- deixar as brotações altas espalhadas pela árvore, a fim de que os galhos cresçam uniformes cada qual para o seu lado indo de dentro para fora sem que um atrapalhe o crescimento do outro, eliminando os mais fracos, mantendo os mais fortes, até que se tenha uma copa perfeita no local adequada, com uma boa sustentação para os frutos.


-Poda de manutenção




             A poda de manutenção ou também chamada de limpeza, realizamos em árvores adultas, que já estão produzindo, esta consiste em eliminar os ramos doentes, mal formados e que estão abafando a árvore e contribuindo para o aparecimento de diversos pragas tais como fungos e pulgões que se aproveitam deste ambiente sem sol e ventilação para se fortalecerem e procriarem
              Nesse procedimento retiramos também os galhos que estão crescendo abaixo dos enxertos para evitar a perda da força da planta.
              Importante salientar que embora a produção não seja o objetivo principal neste processo, uma árvore livre de pragas, fica muito mais forte e vigorosa, produzindo muito mais, geralmente realizamos esta poda após a colheita de frutos e antes da nova floração.




-Poda de frutificação

             A poda de frutificação é aquela realizada em árvores de clima temperado, que possuem uma época de dormência antes da brotação, geralmente realizada entre julho e agosto, retira-se os galhos antigos que já frutificaram para a planta brotar forte nos galhos novos e assim produzir frutos de maior qualidade, essa poda e realizada em diversas culturas tais como: parreira, figueira, pessegueiro e macieira. mais para frente realizaremos alguns vídeos específicos sobre cada variedade e atualizaremos aqui no post.


Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Tudo sobre o cultivo de mamão! dúvidas, dicas e respostas!

                Muito Apreciado pela sua polpa doce e saborosa, o mamão é uma frutífera de fácil cultivo, muito rentável pelo seu rápido crescimento e produção, por isso plante alguns pezinhos dessa bonita árvore ai no seu quintal, e aproveite todos os benefícios que essa fruta pode trazer a sua saúde.

                 No vídeo destacado acima mostramos como plantar mamões da semente até o fruto, hoje vamos aproveitar esse espaço para comentar algumas dúvidas que tenho recebido sobre o cultivo de mamões.


                A dúvida mais presente nos comentários na página do youtube é sobre as flores do mamão, essas podem ser femininas, masculinas ou hermafroditas, de acordo com seus tipos de flores dizemos se um mamão é macho, fêmea ou hermafrodita, sendo o último mencionado o mais interessante para se cultivar em quintais e pequenas propriedades, pois com uma única árvore podemos obter frutos facilmente.



                  Muitas pessoas dessa forma me perguntam como então obter sementes que germinem e deem mamoeiros com flores hermafroditas, embora não possamos dizer com certeza qual o tipo que está sendo cultivado podemos dizer que a probabilidade ao germinar sementes de mamão que saiam flores hermafroditas são muito grandes, principalmente se cultivarmos a variedade( Sunrise Solo) papaya ou havai, isso por que esta variedade não possui arvores masculinas, só  existindo assim fêmeas e hermafroditas, dessa forma plantando 3 indivíduos em cada cova distanciados 20 cm de cada um em formato triangular, em 2 covas para ficarmos com 2 árvores no final,  você já obterá quase 90% de chance de ter mamões em sua residência, ocorrendo uma catástrofe apenas se as 6 mudas plantadas forem fêmeas, mas se acontecer isso pode se considerar uma pessoa de muito azar, hehe.
 



                  O desbaste das mudas deve ocorrer depois do primeiro florescimento, onde dessa forma cortamos as menores e as fêmeas, ficando apenas com o indivíduo hermafrodita mais vigoroso na cova, podemos verificar a diferença entre as flores fêmeas e hermafroditas pela presença do órgão masculino. importante salientar que desbastamos as femininas pois seus frutos tem menor valor comercial  por serem redondos e não periforme( formato de pera), conforme o mercado mais aprecia!



                 Outra dúvida super importante é quanto a polinização e fecundação do mamoeiro, vale destacar que o agente neste caso é o vento por isso um mamoeiro fêmea pode ser polinizado por outro cerca de 2 km de distancia, e no caso de você ter uma árvore hermafrodita ela realiza a auto polinização já que suas plantas possuem flores com ambos os sexos ativos.

                   Mas e no caso dos Mamões machos, ou de corda ou de cabinho, que estão presente na cultura do mamão formosa, como eles produzem ????  Ocorre que algumas dessas flores podem possuir órgão reprodutor feminino rudimentar que  eventualmente se tornam funcionais, originando assim frutos deformados chamados mamões de corda ou de cabinho.

Condições para o plantio

          O momeiro deve ser cultivado em locais onde a média da temperatura fica entre 22 a 26°C, em temperaturas abaixo de 15ºC a planta paralisa o crescimento vegetativo, é interessante uma boa exposição solar cerca de pelo menos 4 horas por dia.

          O solo deve ser rico em matéria orgânica , bem drenado e não pode faltar o micronutriente boro para a cultura.  O pH ideal um pouquinho ácido, por volta  dos 5,5 a 6,7.
   


          Caso queira plantar em vasos aconselhamos um recipiente alto com capacidade para 100 litros de volume de material, e uma adubação controlada para conseguir uma boa colheita, sem o abortamento das folhas.

Colheita


           Devemos colher o mamão antes de estar totalmente maduro pois este pode amadurecer mesmo fora do pé (chamamos de fruto climatérico), mas não podemos colhe-lo muito verde, o ideal é colher depois que começam a aparecer as primeiras estrias amareladas em sua casca.

Mamões papaya colhidos antes do amadurecimento quando surgem as primeiras estrias amarelas 

           A colheita do mamoeiro ocorre cerca de 1 ano após a semeadura, uma cultura relativamente rápida em relação a outros frutos , e um mamoeiro geralmente é cultivado por até três anos antes de ser substituído por outro individuo.